Medo

No amor não há lugar para o temor
(I João 4,18)

Queres saber
Se me inquietarei
Ao amanhecer,
Após emoções e pensamentos
– Do entrar da lua ao sair do sol –
Mudarem-se em vaivém?

Queres saber
Se eu temo as dúvidas
Que me invadem a mente,
– Em repetição persistente –
Ou se me afligem
As compulsões de alguém?

Ora, nada devia me causar anseio!
– Nem trazer-me hesitação. –
Está no Evangelho
Que o amor retira a inquietação
– O perfeito amor lança fora o medo.
Mas não! Arrastam-me ondas de emoção!

[Ari Donato | Salvador / 2010]

Foto Ari Donato | Guanambi – Bahia | Setembro de 2017.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s